Cinco coisas que você não deve fazer com a sua impressora

Alguns hábitos podem contribuir para um futuro problema com a sua impressora

O cuidado com a impressora é indispensável e garantir uma longa vida útil também é de extrema importância para quem a utiliza com frequência. Algumas ações como por exemplo, abrir a impressora sem acompanhamento técnico, inserir os cartuchos de maneira incorreta, desligar direto da tomada ou forçar o papel emperrado, são alguns dos erros mais comuns na rotina dos usuários.

A Cogra separou algumas práticas incorretas que podem danificar a máquina no decorrer do dia a dia:

1) DEIXAR DESLIGADA POR UM LONGO TEMPO

Qualquer máquina precisa ser ligada periodicamente para não apresentar problemas futuros. É importante manter uma rotina para o seu dispositivo, ligando pelo menos uma vez por semana e imprimindo, fazendo a operação com cores e em preto e branco.

As impressoras jato de tinta enfrentam um grave problema, a tinta seca quando o aparelho não é ligado por um longo tempo. E quanto mais quente o ambiente, maior são as chances de acontecer. Em casos como este, reduzir o intervalo de tempo entre as impressões é uma solução que pode evitar danos.

 

2) DESLIGAR DIRETO DA TOMADA

Em hipótese alguma desligue a sua impressora direto da tomada, isso porque, durante o processo de desligamento pelo botão, o cabeçote da impressora se move para uma posição específica, a qual permite que a tinta seja depositada no lugar certo. Desligando a máquina direto da tomada, a peça pode ficar no meio do processo, causando o entupimento e mau funcionamento do dispositivo, por consequência, diminuindo a vida útil.

 

3) LIMPAR POR DENTRO

Nenhum fabricante recomenda a limpeza interna de suas máquinas, sejam elas a laser ou jato de tinta. É recomendável realizar a limpeza especializada uma vez por ano, pois vários componentes quando não manuseados corretamente podem sofrer danos permanentes.

As únicas peças que podem ser retiradas para limpeza são o cartucho de tinta e o rolete coletor dos modelos a laser. Especialistas indicam utilizar um pano que não solte fiapos, umedecido com álcool isopropílico ou água pura.

Com as máquinas jato de tinta, quase todas as marcas e modelos apresentam soluções de limpeza de cartucho via software. Existem também alguns métodos caseiros para desentupimento físico, mas não são indicados por técnicos.

 

4) PAPEL NA BANDEJA MAIS DO QUE O NECESSÁRIO

É aconselhável evitar o acúmulo de umidade no papel, pois as folhas úmidas fazem com que a máquina puxe várias delas uma única vez. A melhor forma de evitar situações como essa é nunca deixar papel extra na bandeja, coloque apenas o que for usar no momento e mantenha o resto dentro da embalagem fechada.

 

5) PUXAR COM FORÇA O PAPEL ATOLADO

Em ocasiões como essa, nunca puxe com força o papel. Outro erro grave é usar utensílios como tesouras, pinças ou alicates para retirar a folha. Ambas ações podem estragar as engrenagens, o sistema de tracionamento, causar danos físicos na máquina e com isso, diminuir a vida útil do dispositivo.

Quando isso acontecer, é recomendado retirar o toner quando a impressora for a laser. Alguns modelos jato de tinta e laser trazem uma porta traseira para facilitar o processo de retirada do papel atolado.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: